CUT/MG COBRA AÇÃO DE ENTIDADES LIGADAS AO MOVIMENTO NEGRO E AOS DIREITOS HUMANOS PARA PUNIÇÃO DE SECRETÁRIA DO VICE-GOVERNADOR DE MG

|


Em nota publicada ontem em seu site, a CUT/MG solidariza-se com o Segurança Antônio Carlos Lima e cobra das entidades ligadas ao movimento negro e aos direitos humanos em Minas Gerais, até agora omissas, que se posicionem e atuem no sentido de exigir punição para a Secretária do Vice-Governador, Marcela Amorim Brant, pelas ofensas de cunho racial que foram relatadas pela vítima no BO no. CIAD/P-2009-0014719.
Leia a seguir a nota publicada pela CUT/MG.

Secretária do governo é acusada de preconceito racial
23-Jan-2009

A Central Única dos Trabalhadores em Minas Gerais (CUT/MG) é solidária ao companheiro Antônio Carlos de Lima, funcionário de uma loja na região da Savassi, área nobre da capital, que foi discriminado por uma secretária do primeiro escalão do governo. O lamentável episódio de racismo aconteceu no último dia 16, enquanto o mundo inteiro preparava-se para a posse do primeiro presidente negro eleito nos Estados Unidos, comemorando o avanço e amadurecimento de uma sociedade que já foi considerada uma das mais racistas do mundo.

Segundo relatos de Antônio Carlos no boletim de ocorrência policial, a secretária do vice-governador de Minas Gerais, Marcela Amorim Brant, filha do ex-deputado federal Roberto Brant, ao se dirigir a ele para dizer que estava estacionando seu veículo em local proibido, de uso exclusivo da loja, o tratou com total desrespeito e discriminação.

Além de palavras ofensivas, ela teria, em clara prática de preconceito racial, conforme denuncia o site do Novo Jornal, o chamado de "crioulo, macaco” e afirmado que teria registrado queixa contra Antonio Carlos dentro da loja.

A Comissão Estadual Contra a Discriminação Racial (CECDR/MG) da CUT Minas repudia o ato de preconceito sofrido por mais um trabalhador em Minas Gerais, e declara total apoio ao companheiro Antônio Carlos de Lima.

A CUT Minas espera que entidades ligadas ao movimento negro e direitos humanos em Minas Gerais também se posicionem, exigindo punição exemplar para a secretária do governo mineiro. A Central Única dos Trabalhadores espera ainda o cumprimento das leis que regem o país e retratação ao companheiro ofendido.

Central Única dos Trabalhadores (CUT Minas)
Comissão Estadual Contra a Discriminação Racial de Minas Gerais (CECDR/MG)

4 comentários:

Saladino disse...

É preciso que estejamos sempre atentos e articulados para que não aceitemos uma dominação ainda maior.

Juntos fazemos diferença

Grande agraço e valeu a visita no blog!

Saladino

aposentadoinvocado1 disse...

Aqui é o Helio AP.INV.
Lancei dois artigos neste domingo sobre nossa luta contra o racismo.
Boa noite!
Abraços

Lingua de Trapo disse...

Valeu Hélio, não seria interessante se fizéssemos uma programação de estocadas para a semana toda? Poderíamos alternar os dias para não ficar cansativo. O que acha?

helioborba disse...

Acho ótimo.Informe meus dias que eu escrevo.
Abraços
Helio

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB