A CASA CAIU!

|

Brasileira confessa ter forjado ataque, diz revista suíça
Terra - 18 de fevereiro de 2009 - 19h11

A advogada brasileira, Paula Oliveira, 26 anos, confessou ter forjado o ataque de um grupo de neonazistas no último dia 9, ao sair de uma estação no subúrbio de Zurique, segundo informou a revista suíça Die Weltwoche. A publicação afirma que Paula assinou uma confissão no Hospital Universitário de Zurique.

Na noite do dia 9, uma patrulha da polícia de Zurique foi acionada à estação de Stettbach e encontrou a brasileira com ferimentos feitos com objetos cortantes. Ela explicou, na época, que foi agredida por três homens de cabelos raspados e foi ferida com um faca. Ela também disse que estava grávida de gêmeos havia três meses e que sofreu um aborto no banheiro da estação.

A revista, que não cita suas fontes, afirmou ainda que Paula também contou às autoridades que não estava grávida e que conhecia o Partido do Povo da Suíça, cuja sigla foi escrita com cortes em seu corpo, apenas por cartazes.

A publicação também diz que a atitude da brasileira não teria sido espontânea, mas planejada com horas ou dias de antecedência. A Die Weltwoche ressalta que vítimas de violência na Suíça recebem consideráveis quantias de indenização (entre 50 a 100 mil francos suíços), com agravante se a vítima está grávida e perde os filhos.

4 comentários:

Márcio disse...

Língua,

parabéns por seu acompanhamento correto, ágil e inteligente deste caso, ao contrário de outros blogs famosos que às vezes seus blogueiros se deixam levar pelo radicalismo cego da "conspiração em tudo e em todo lugar".

Perdemos credibilidade com isto, luxo que contra o poderoso PIG não podemos nos dar ao luxo, não é mesmo?

Veja meu comentário colocado no famoso Blog do Eduardo Guimarães há pouco.O Eduardo é um dos melhores blogueiros do Brasil, um cara ético, bom escritor, articulado e inteligente, mas que nesta, com a melhor das intenções também deu sua barrigada, a qual todos tem direito de vez em quanto:

"Caro Eduardo,

dentro do assunto da blogosfera aqui deste post e mais particulamente da brasileira na Suíça, dê uma espiada no post do combativo Blog mineiro Língua de Trapo:

http://linguadetrapo.blogspot.com/2009/02/casa-caiu.html#links

Este blog desde o início percebeu a barrigada, não da menina, mas sim da Mídia brasileira, que se apressou em propagar a versão da xenofobia levando o governo brasileiro a se precipitar e cometer erros.

Tive a oportunidade de alertá-lo algumas vezes sobre a linha contrária que estava adotando, ao acreditar cegamente na versão da menina, mesmo com alguns indícios claros de manipulação.

Gostaria de ler um post seu sobre a conclusão desde caso e o aprendizado evidente que traz para a blogosfera independente.

Em resumo, na minha visão: não podemos achar que tudo que vem do vulgo PIG é conspiração contra o povo e o governo!´

Eme grande parte é sim, mas mas não valorizemos demais a capacidade destes órgãos. Às vezes simplesmente erram!"

Lingua de Trapo disse...

Caro Márcio, o que me deixou indignado foram as pessoas ficarem caladas diante do caso da Sinhazinha daqui de Belo Horizonte que chamou um segurança de crioulo e macaco. Por conta disso, eu confesso que tive certa má vontade com esse caso, mas não pelo fato da suposta violência sofrida pela Paula, mas pela seletividade e empenho da mídia em acusar outro país sem olhar (ou fingir que não vê) o que acontece debaixo do nosso nariz. É aí que te pergunto, que moral nós temos para julgar o preconceito dos outros quando nós mesmos não nos damos o respeito quanto este assunto?

RP disse...

Nossa imprensa de lerda, ainda timidamente, começa a criticar o GOVERNO pela "precipitação" em defender a brasileira (precipitação esta cobrada pela imprensa, depois da publicação da versão unilateral da brasileira como se fosse a mais cristalina verdade).

Lingua de Trapo disse...

Caro RP, para não ter que lançar mão de termos mais desabridos, vou apenas chamá-los de caras-de-pau.

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB