FERNANDO HENRIQUE CARDOSO DEFENDE CAMARGO CORRÊA E IRONIZA PT

|

DA SÉRIE 'O QUE ESTOU OUVINDO', COM AGRIPINO MAIA

Lambido do blog do Bonitão.


Folha - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ironizou na noite desta quinta-feira a ausência do PT da lista de partidos que teriam recebido doação de campanha da construtora Camargo Corrêa, investigada pela Policia Federal na Operação Castelo de Areia, deflagrada ontem. Ele também saiu em defesa da empresa ao dizer que as doações para as legendas "não tinha nada de irregular". De acordo com as investigações, sete partidos políticos receberam doação ilegal para as eleições municipais de 2008.

São mencionados o PSDB, PPS, PSB, PDT, DEM, PP e o PMDB do Pará, que, de acordo com a PF, teria recebido R$ 300 mil. Os valores supostamente recebidos pelos demais partidos não foram mencionados.

Fernando Henrique afirmou que estranhou o fato de o PT não constar na lista de partidos que receberam doação de campanha da construtora Camargo Corrêa. "Terá sido a única empresa grande que não deu dinheiro para o PT. Acho que o PT deve protestar", afirmou o ex-presidente no Conjunto Nacional, em São Paulo, após o lançamento do livro do ex-ministro da Justiça José Gregori (2000-2002).

Ele também disse que desconfia do fato de só as legendas de oposição aparecerem na investigação. "Acho estranho. Tudo estava em segredo de Justiça até o que interessa para a imprensa. Só a partezinha da oposição que aparece."

1 Comentário:

Dois disse...

"interessa para a imprensa", quem ta batendo nessa tecla com tudo são os "carta na manga" globais!

e além do mais, esse negócio de empresa poder "doar" dinheiro a partido político é uma piada, é uma entrada de zona para "o" corrupção!

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB