DEPOIS DE TOMAR FERRO EM MAIS UMA PESQUISA DE INTENÇÃO DE VOTOS, SERRA, JUNTO COM O PADIN JEREISSATI, PEDE AJUDA A PADRE CÍCERO PARA GANHAR ELEIÇÃO

|


Serra pede ajuda a Padre Cícero para ganhar eleição
Marcela Rocha, Portal Terra

JUAZEIRO DO NORTE - Nesta segunda-feira (17) à noite, em visita a Juazeiro do Norte, no Ceará, o pré-candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, visitou a estátua do Padre Cícero, na colina do Horto. Ao chegar a Juazeiro, foi recebido por uma banda de frevo e fogos de artifício.

O tucano disse que fez três pedidos a Padre Cícero: "para ganhar a eleição, para que a região do Ceará progrida economicamente nas áreas de emprego e social, e por meus netos".

"Eu acho que foi uma boa coisa vir aqui para iluminar os próximos meses que serão muito importantes na vida brasileira", afirmou Serra.

Mesmo sendo um local de visita tradicional em Juazeiro, o pré-candidato comentou que nunca tinha visitado a estátua, mesmo em 2002 quando foi candidato a presidente. Naquela época, o tucano Tasso Jeiressati, hoje cabo eleitoral de Serra, apoiou Ciro Gomes para a presidência.

Serra não quis comentar as pesquisas - nem a Vox Populi, nem a Sensus -, que deram Dilma Roussef (PT) à frente, embora dentro da margem de erro. O tucano disse que não tinha lido todas informações a respeito do acordo entre Brasil Irã e Turquia sobre a produção de urânio. Para acabar com qualquer dúvida sobre o apoio de Tasso à sua candidatura, afirmou que o trabalho do senador é "crucial, pela liderança que tem no Brasil, no Senado e no Ceará".

"Do que eu conheço de projeto importante para o desenvolvimento do Ceará, o Tasso esteve na origem. Quando não, em seu desenvolvimento. Dou meu testemunho aqui como ex-ministro do planejamento, da saúde e como parlamentar. O Ceará moderno passa pela história de Tasso Jereissati".

O pré-candidato disse que, se eleito, vai se deparar com projetos importantes no Ceará que "não saíram do papel", entre eles, a criação de uma refinaria siderúrgica.

Na terça-feira (18) pela manhã, o ex-ministro dará entrevistas à imprensa local e se reunirá com um grupo de médicos. À tarde, está prevista uma palestra organizada pelo jornal O Povo sobre "Infraestrutura e Desenvolvimento Regional". Os organizadores esperam reunir cerca de 300 pessoas, entre lideranças políticas e empresariais. Serra termina sua visita em encontro com a juventude do PSDB, seguido por um seminário chamado "Ceará em debate".

O pré-candidato cumpre a agenda no Estado acompanhado por Jereissati, delegado pelo PSDB para viabilizar o palanque tucano na região onde o governador Cid Gomes (PSB) é candidato à reeleição. O deputado Ciro Gomes está nos Estados Unidos e só chega em junho.

Neste ano, o pré-candidato já visitou o Rio Grande do Norte e a Bahia. É uma decisão do PSDB dar mais atenção ao Nordeste, onde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva obteve maioria dos votos nas eleições de 2006 e 2002. No Ceará, Lula alcançou 82,38% dos votos na última disputa.

19:34 - 17/05/2010

3 comentários:

Douglas Yamagata disse...

Que sacrilégio levar o Serra pra visitar Padim Ciço!
Pelo menos o Jereissati finge bem que esteja apoiando pra valer o Serra - melhor que o Aécio!

Lingua de Trapo disse...

É verdade.

alex disse...

UM DATAFOLHA INDECOROSO,
UMA JUSTIÇA ELEITORAL AMOUCA,
E UM PT INERME ...


Datafolha: não dá pra não adivinhar…
Blog Tijolaço - terça-feira, 18 maio
O Datafolha é um escândalo, que em qualquer país sério do mundo ia acabar com gente nos tribunais. Tornou-se uma ferramenta de campanha, diante dos olhos baços da Justiça Eleitoral e de um PT inerme, que se julga um boxeur como o “velho” George Foreman, que deixava o adversário bater, bater, bater à vontade, confiando que sua massa corporal vai resistir a qualquer golpe e lá pelo 12° round, com o adversário cansado, o demolirá.

Pode até ser e parece que será, porque Lula tem, todos concordam, gordura para queimar de sobra.

Mas a cidadania não pode tolerar que seu momento de mais alta expressão, o voto, seja conspurcado por processos de manipulação.

Domingo de manhã, diante dos resultados do Vox Populi/Band, que a Folha omitiu a seus leitores, era tão nítido o que ia acontecer que escrevi aqui no Tijolaço:

"Por isso não é difícil dizer o que vai acontecer. Esta semana, o Datafolha vai registrar nova pesquisa no TSE. O resultado vai revelar uma diferença em favor de Serra menor que os dez pontos da última pesquisa. E a redução vai ser atribuída “ao programa do PT em rede de rádio e televisão”. Aquele tal, “abusivo, ilegal, etc, etc…”.

Foi “batata”. Ontem mesmo o Datafolha correu a registrar uma nova pesquisa, sob o protocolo 12044/2010.

Ninguém tenha dúvidas de que o resultado, que será divulgado no sábado ou no domingo, vai, como disséramos, apontar uma redução da vantagem de Serra. E a explicação será “confirmada” pela própria pesquisa, que está recheada sobre perguntas sobre propaganda política no rádio e na televisão.

As pesquisas do Datafolha, como se vê, não “são um retrato do momento”, como os políticos costumam dizer. São pinturas destas feitas por encomenda, que carrega nas tintas que convém a que seu senhor fique grandioso, mesmo na decadência.

E sobre a história do Foreman, eu gostaria de lembrar ao PT que, ao contrário do boxe, na luta eleitoral aparecem – e não raro ficam ipunes – os golpes abaixo da linha de cintura.


http://www.tijolaco.com/

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB