A ESTRANHA E RECORRENTE COMPLACÊNCIA DO JUDICIÁRIO COM OS CRIMINOSOS DE COLARINHO BRANCO

|


Empresário é condenado por fazer transação fraudulenta de US$ 7,8 mi

João Henrique do Vale - Estado de Minas

Publicação: 22/07/2010 16:42

A Justiça Federal em Belo Horizonte condenou o empresário, Bruno Correa Lopes, a quatro anos de prisão pelo crime de evasão de divisas, mas cumprirá pena alternativa. Bruno foi denunciado em março de 2004 pelo Ministério Público Federal (MPF), por ter utilizado a empresa Infotrading do Brasil Ltda para efetuar operações de câmbio irregulares, com o objetivo de enviar ilegalmente para o exterior valores seus e de terceiros. O Juiz decretou ainda, a retomada de valores no total de R$ 4.773.678,90, que haviam sido sequestrados a pedido do MPF.

A Infotrading, uma empresa cujo capital social era de apenas vinte mil reais, foi utilizada para remeter ao exterior mais de US$ 7,8 milhões por meio de operações de câmbio fundadas em importações fictícias. Durante o trâmite da ação penal, foi apurado que os valores foram movimentados via subconta Midler, no banco JP Morgan Chase de Nova Iorque.

Mesmo com a condenação, o juiz substituiu a pena privativa de liberdade por duas restritivas de direito: pagamento de prestação pecuniária no valor de 50 salários mínimos a ser doada a uma entidade assistencial e prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas pelo prazo de quatro anos.

3 comentários:

Márcia Regina disse...

Quase morri de tanto rir com essa charge. Principalmente com os trajes e a situação do zé ladrão de galinha. Essa charge, se fosse convertida a um dossiê escrito, acrescentaria a este execelente artigo no mínimo 200 pgs., talentosamente resumidas numa única imagem.
Márcia Zaros

Lingua de Trapo disse...

É verdade Márcia e, seja bemvinda ao Língua.

Neyde Helena disse...

Pessoa do Língua: vocês se lembram das famosas contas CC5, da época do malão e do fhc? Pois é, será que nos esquecemos delas?????
Quanto dinheiro foi mandado embora do Brasil através dessa modalidade indecente de conta de dolares no país? E os envios de dolares das empresas privatizadas por fhc, desde as privatizações na década de 90? O zé qualquer coisa pode ter esquecido, mas eu não esqueci! Dilma - Presidente

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB