ASSIM NÃO PODE, ASSIM NÃO DÁ, VÃO TRABALHAR SEUS MALANDROS !

|


Calma, calma, não é implicância nossa não! Desta vez o recado foi dado por ninguém menos do que Fernando Henrique THC Cardoso, confira aí em baixo, nesta oportuna lambida do Língua no Novo Jornal, o último fiapo de decência no jornalismo da capital das Gerais.

Em tempo: Tá vendo Dona Eliane Tucanhêde? O último "fiapo de esperança" não é o Senador Jarbas Vasconcelos não, nós vamos repetir, é o Novo Jornal.

Ex-presidente fulminou: “Serra e Aécio têm de trabalhar. Não podem sair pelo Brasil a fazer prévias e não trabalhar”

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (guarda a ponta pra nóis pitá mais tarde) criticou nessa segunda-feira não só o comportamento eleitoral da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, como a campanha pelas prévias tucanas, sugerida pelo governador de Minas, Aécio Neves.

Na condição de presidente de honra do PSDB, Fernando Henrique afirmou que, hoje, as prévias são só uma ideia e ninguém pode ser contra a tese de uma escolha democrática. Mas deixou claro que será difícil pôr essa ideia em prática.

Mesmo sem mencionar o convite de Aécio ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), para que ambos percorram juntos o país em pré-campanha para as prévias, o ex-presidente fulminou a sugestão: “Eles são governadores, têm de trabalhar. Não podem sair pelo Brasil a fazer prévias e não trabalhar.

Antes da insistência de Aécio em favor da prévias, Fernando Henrique se posicionara a favor da escolha imediata do candidato tucano.

Quanto às seguidas viagens de Dilma, inaugurando obras ou canteiros do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em todo o país, observou que a democracia implica comportar-se de maneira adequada e, muitas vezes, as coisas não são ilegais, mas também não são apropriadas.

“Os tribunais têm de estar alertas com todo mundo, não só com a ministra. Eles têm de dar regra a quem está sendo cogitado (candidato)”, sugeriu o ex-presidente, cobrando da Justiça que estabeleça limites para coibir abusos. “Já que o comportamento é um pouco desabusado, é melhor que se precise qual é o limite.”

2 comentários:

José Paulo Guedes disse...

Bom dia, Língua!
Acho impressionante como um indivíduo joga com a falta de memória - mais pela pouca informação q por deficiência física - do povo. FHC é exemplo claro dessa postura. Fez um jogo rasteiro e sujo para conseguir a reeleição - aqueles seis jagunços q pagaram o pato não decidiriam absolutamente nada, os felpudos continuam nos plenários em Brasília - faz pose de ético e preocupado com a administração do estado, coisa q sabidamente não é. Sua postura encobre sua predileção por Serra - q viaja pelo país todo fim-de-semana "numa campanha incansável" para ajudar o país a sair da crise a partir da experiência administrativa tão bem sucedida q faz com q São Paulo passe bem pelo olho da crise.
É bom não esquecer q FHC - q nomeou Gilmar "Dantas" Mendes para o STF - sempre foi omisso nas crises em o país surfou durante sua "era".
Diz-se q FHC dá uma boiada para não entrar numa briga e fica sem nada para negociar uma saída.
O "princípe dos sociólogos" e "Farol de Alexandria", como bem disse Quércia qdo disputava o governo de SP - se não me engano em 1997 - sofre de flacidez glútea.
Diz-se q Sérgio Motta é q administrava o país durante o primeiro governo de FHC - assim como Anastasia em MG - por isso é q após sua morte o governo só fez por piorar.
Esse é o cidadão q quer dar lições de ética e distribuir conselhos à direita e esqueda.
FHC deveria fixar residencia na Espanha e ajudar a criar seu filho - será q ele deu ao menino o nome Cardoso, como Lula deu o Silva a Lurian?

Lingua de Trapo disse...

Bem dito!

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB