CONTANDO COM O OVO NO FIOFÓ NA GALINHA, FOLHA JÁ FAZ CONTA DOS VOTOS DE MINAS GERAIS PARA JOSÉ SERRA

|

Pretensiosos? Não, apenas o manjado jornalismo provinciano, partidário e cara de pau.

Mas parece que os estafetas da campanha presidencial do Governador José Serra não levam em conta que nós, os mineiros, não somos tão mansinhos quanto eles esperam que sejamos. Longe de estar fazendo a defesa dos interesses de Aécio Neves, pois quero mesmo é vê-lo longe desse páreo, mas acreditar que os aecistas juramentados irão votar, automaticamente, em José Serra, só porquê ele é o candidato do PSDB, estão redondamente enganados.

Talvez eu esteja errado, mas não acredito que aqueles que, desde que Aécio foi eleito como governador do estado e, que investiram maciçamente na criação de uma imagem de estadista e político moderno para o garotão, o tal “uma nova alternativa para o Brasil”, ou o herdeiro do legado do quase santificado Tancredo Neves e outras tantas baboseiras criadas pelo marqueteirismo político para conduzi-lo à Presidência da República, irão, agora, engolir numa boa essa tratorada de José Serra e dos tucanos paulistas.

Para mim, parece ser mais plausível acreditar numa conspiração silenciosa para assistir, de camarote, um novo fracasso das pretensões (obsessão seria um termo mais apropriado) presidenciais de José Serra e do tucanato paulista. Esta tese é bem mais sensata do que a de acreditar que eles receberão, incondicionalmente e sem mágoas, apoio dos mineiros.

Finalmente, é bom lembrar que em Minas Gerais, traição em política é considerada quase como uma virtude e, é tão tradicional quanto o nosso pão de queijo, o feijão tropeiro ou a broa de fubá os são. Além do mais, Aécio Neves não depende de ninguém para assegurar sua vaga no Senado da República e, de lá, finalmente, postar-se como candidato natural do seu partido para as eleições de 2014.


Sem Aécio, Serra tem 40% dos votos em Minas Gerais
21/03/2009 - da Folha Online

Líder na corrida pela sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010, o governador de São Paulo, José Serra, tem o apoio de 40% dos eleitores mineiros quando seu adversário dentro do PSDB, Aécio Neves, está fora da disputa pelo Planalto, aponta pesquisa do Instituto Datafolha divulgada pela Folha neste sábado (íntegra da reportagem disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Segundo a pesquisa, o resultado está apenas um ponto percentual menor do que o desempenho geral de Serra, que tem 41% das intenções de voto no principal cenário apresentado aos entrevistados.

O governador de Minas não apresenta desempenho semelhante entre os paulistas. No cenário em que aparece como o candidato tucano, Aécio conta apenas 14% das intenções de voto em São Paulo, atrás de Ciro Gomes (PSB), com 24%, do percentual de votos brancos ou nulos, 23%, e de Heloísa Helena (PSOL), com 19%.

Aécio está tecnicamente empatado com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), com 11% dos votos em São Paulo. Segundo o Datafolha, 65% dos entrevistados disseram conhecer o governador de Minas Gerais e apenas 11% afirmaram estar bem informados sobre ele. Serra é conhecido por 93% dos mineiros.

A pesquisa foi realizada entre segunda (16) e quinta-feira (19), com 11.204 entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

2 comentários:

APOSENTADO INVOCADO 1 disse...

"Língua de Trapo" tem razão:PF no rastro do TCE mineiro
Corrupção
PF no rastro do TCE mineiroDocumentos apreendidos na Operação Pasárgada revelam pagamento de propina a conselheiros.
Alessandra Mello, Alana Rizzo e Amaury Ribeiro Jr.
Do Estado de Minas
Policiais apreendem planilhas durante a segunda fase da operação-->
Planilhas apreendidas pela Polícia Federal (PF) durante a segunda fase da Operação Pasárgada, em junho do ano passado, revelam o esquema de pagamento de propina ao Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCE). Apreendidas na casa de Sinval Drummond Andrade e sua esposa, Cleide Maria Alvarenga Andrade, sócios-proprietários do Grupo SIM – Instituto de Gestão Fiscal, a documentação é um dos principais indícios de fraude envolvendo a empresa que presta assessoria contábil para cerca de 200 municípios mineiros. A planilha estava no computador de Cleide, responsável pela administração financeira do grupo, com o título de “serviços. terceirizados”.
Postado por APOSENTADO INVOCADO 1 às Domingo, Março 22, 2009 0 comentários Links para esta postagem

Lingua de Trapo disse...

Hélio, já, já mando uma resposta. Existem outros interesses nesta parada, não que eu esteja fazendo defesa do Tribunal de Faz de Conta do Estado de Minas Gerais, muito pelo contrário.

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB