A FOLHA MENTE, MENTE DESCARADAMENTE E AFIRMA EM CHAMADA EM SEU PORTAL QUE ISRAEL DISSE QUE IRÃ ENGANOU O BRASIL E A TURQUIA

|

A Folha falsifica de tudo um pouco, desde documentos, pesquisas e, principalmente, notícias.

Lambido do portal da falsificação UOL

17/05/2010 - 04h23
Israel diz (mentira, até agora não há comunicado oficial do governo de Israel) que Irã enganou Brasil e Turquia

da Reportagem Local

De acordo com a agência de notícias France Presse, um alto funcionário do governo israelense teria dito (O TÍTULO SUGERE QUE O ESTADO DE ISRAEL DISSE) que o Irã enganou o Brasil e a Turquia com o acordo de troca de material nuclear, assinado poucas horas antes.

"Os iranianos enganaram o Brasil e a Turquia fingindo aceitar que o enriquecimento de parte do seu urânio seja feito na Turquia", afirmou o funcionário que pediu anonimato.

"Eles já fizeram o mesmo no passado, fingindo aceitar esse procedimento para diminuir a tensão e o riscode sanções internacionais, porém, em seguida, se negaram a cumprir o acordo", disse.

Na manhã desta segunda-feira (horário local), os ministros de Relações Exteriores do Brasil, Turquia e Irã assinaram um acordo no qual o Irã enviará 1.200 quilos de urânio levemente enriquecido para a Turquia e receberá de volta, em um ano, o material enriquecido a 20% (nível utilizado para um reator de pesquisa).

Com France Presse

3 comentários:

Yvy disse...

então Luis escrevem todos os blogueiros " a folha" FEDE.

Anônimo disse...

Deixei este comentário na cyber pocilga do Fernandinho 45, mas duvido q ele publica.

Em outras palavras, mesmo como capachos como Fernandonho 45 e afins - bandidos midiáticos, Dilma cresce, e Lula transfere votos, sem a menor dúvida.

E Serrassuga ... bem, vai descendo a ladeira da mentira, criada pela mídia coprrupta q o protege, e finge ser ele "bom administrador".

Hehe ... acinte é isso, o resto é o povo aprendendo a dizer: "NAO OBRIGADO! á essa direita podre e fascista.

Inté,
Murilo

alex disse...

FOLHA DE SP FOI PRA CIMA:
OMITIU, SUPRIMIU, SONEGOU E CENSUROU A PESQUISA DO VOX POPULI. A INFORMAÇÃO NÃO EXISTE NO PAPEL E NEM NA VERSÃO DIGITAL


"Como descer o Serra"

Blog Tijolaço - domingo, 16 maio

Não que os demais jornais pratiquem jornalismo – ia dizer jornalismo com equilíbrio, mas me pareceu pleonasmo -, deixando que nós, nos blogs, sejamos aquilo que a ombudswoman da Folha sejamo, como ela disse em seu texto de estréia, sejamos os “trogloditas de espírito”. Mas os meninos e meninas sofisticados da Alameda Barão de Limeira, com sua linguagem empolada e seus critérios “ultrasuperextra” obejtivos, conseguiram se superar: passaram a censurar completamente a notícia do seu jornal.

A pesquisa Vox Populi, divulgada ontem, simplesmente não existe na edição de papel. Nem mesmo na versão digital do jornal, disponibilizada a seus assinantes e que reproduz a impressa. O Estadão teve a dignidade de registrar numa chamadinha na primeira – mínima, é verdade. O Globo, onde aquela palavra tem de ser sussurrada na redação, colocou uma pequena nota, na barte de baixo da página 11. Não vou ficar discutindo o equilíbrio dos jornais, embora já me arrependa de ter achado jornalismo equilibrado um pleonasmo.

A FOLHA, não.
OMITIU, SUPRIMIU, SONEGOU E CENSUROU A INFORMAÇÃO
Não fez isso na sua edição online porque seus leitores, ali, sabem que isso aconteceu. Fez, na edição impressa, para que os seus demais leitores, que não navegam na internet, não soubessem o que aconteceu.

Por isso, não me arrependo em nada do que disse antes do jornal e gostaria de ver alguns personagens, que com sofisticadas argumentaçoes sobre o que é publicado à esquerda e à direita da página, horários de fechamento, etc, viessem justificar a atitude do jornal. A notícia da pesquisa saiu no Correio Braziliense pouco antes das 18 horas; às 18:01h este blog aqui – precário, mambembe, trabalhando com um daqueles modems nojentinhos da Claro, que parece uma tartaruga cibernética – colocou a informação no ar.

O nome do que a Folha de S. Paulo faz não é outro senão censura.

Mas a Folha não é a Globo dos “áureos” tempos da ditadura, ou ditabranda, como quer o jornal. Nunca deteve e muito menos detém agora, o monopólio da informação. E nem seu Datafolha detém o monopólio da “verdade” das pesquisas eleitorais. Vai ter de recuar. Aliás, já está tendo de se explicar aos leitores

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB