BRASIL 247: A SEM SEM-VERGONHICE IDEOLÓGICA DOS PETISTAS DE MINAS GERAIS

|


Acordão PT/PSDB em Minas agora tem até troca de cargos

Acordão  PT/PSDB em Minas agora tem até troca de cargosFoto: Divulgação

POLÍTICOS DOS DOIS PARTIDOS OUVIDOS PELO 247 CONFIRMAM ENTENDIMENTOS AVANÇADOS QUE PODEM LEVAR ATÉ A ALIANÇAS PARA 2014 NO ESTADO. MAIS DO QUE ISSO: JÁ TEM PETISTA SENDO CONTRATADO PARA CARGOS DE CONFIANÇA NO GOVERNO ANASTASIA

11 e May de 2012 às 20:17
Minas 247 - Militantes dos dois partidos podem estranhar ou se sentirem traídos, mas personagens das cúpulas do PT e do PSDB estão em entendimento avançado rumo a uma aliança mais consistente em Minas Gerais. A história começada em 2008 pelo então prefeito de Belo Horizonte, o hoje ministro petista Fernando Pimentel, e o na época governador tucano Aécio Neves, hoje senador, continuou e ganhou mais páginas: além da candidatura de Marcio Lacerda à reeleição - que este ano será formalizada entre o PT e o PSDB, o que não ocorreu há quatro anos -, ela prevê até uma composição inusitada em 2014: Pimentel para governador, Lacerda (PSB) vice e Antonio Anastasia (PSDB) no Senado.
A informação foi dada pelo 247 há duas semanas. De lá para cá, a novidade é que já há troca de cargos entre os dois partidos. Entendimentos nesse sentido já são feitos em todo o interior de Minas, notadamente no Sul do estado e região metropolitana. O 247 conseguiu confirmar um fato concreto, envolvendo a nomeação da presidenta do PT em Brumadinho, na Grande BH, para um cargo estratégico na Cidade Administrativa, casa do governo mineiro. Mara Karam, que foi candidata a deputada estadual em 2010 pelo PT (não foi eleita) conseguiu exoneração de seu posto na BHTrans (ou seja, ligada à Prefeitura de BH, na cota petista) e foi nomeada para trabalhar no “Escritório de Prioridades Estratégicas”, conforme consta no Diário Oficial do Estado (Doemg).
Ouvida pelo 247, a presidenta do PT em Brumadinho alega que sua nomeação no governo estadual não tem qualquer ligação com sua influência no PT. "Participei de um processo de seleção de cinco meses", afirma. Mara Karam, porém, admite que tucanos e petistas sairão juntos nas eleições deste ano, por ideia sua. O PSDB encabeça a chapa e o PT deverá indicar o candidato a vice-prefeito.
Pessoas do PT na cidade confirmaram os entendimentos. Algumas, se mostraram “indignadas” com as tratativas do PT e do PSDB. Pelo lado tucano, sempre sem identificar-se publicamente, filiados também confirmam as conversas. "Há fundamento sim, nós mesmos já fizemos várias conversas com petistas e essa é uma tendência natural, pelo menos aqui em Minas", disse um assessor de importante deputado do PSDB.

2 comentários:

Flipe disse...

O que restou de dignidade nesse estado realmente é "resto", infelizmente são poucos, muito poucos!

Lingua de Trapo disse...

Olá, quanto tempo heim?

 

©2009 Língua de Trapo | Template Blue by TNB